Só a arte nos une. Socialmente. Economicamente. Filosoficamente.
Parafraseando Oswald de Andrade em seu Manifesto Antropofágico, apresentamos o Manifesto 10 Contemporâneo.
Pela arte. Pela cultura. Pelo olhar de um novo público.
As 10 maiores galerias de arte mineiras: AM Galeria, Beatriz Abi-Acl, C. Mafra, Celma Albuquerque, dotART, Lemos de Sá, Manoel Macedo, Murilo Castro, Orlando Lemos e Quadrum. Juntas em um projeto inovador, que une expertise, portfólios, contatos e diferentes olhares de experientes galeristas.
10 Contemporâneo é vanguarda, atitude, união. É ação, investimento, construção. É integração, força, cultura. 10 contemporâneo é arte!
Pela primeira vez na história, 10 galerias de renome se unem e se tornam uma grande potência no mercado da arte contemporânea do país. O maior acervo e portfólio de artistas, com representatividade em todo o Brasil. Um grande player, que reúne excelência e profissionalismo.
O 10 Contemporâneo tem seu ponto de partida com um circuito de mostras inéditas. Abertas em cada galeria, no mesmo dia e horário, trazem a Belo Horizonte uma importante agenda de exposições.
Mais que promover a cultura, o projeto atua na difusão da arte, na formação de novos públicos, no fomento do mercado.
Voltar os olhos do Brasil a Minas Gerais, mostrar a grande potência que, juntas, essas galerias representam.
Uma agenda de workshops e discussões sobre a arte contemporânea, com presença de importantes artistas e galeristas, está prevista. E um grande evento reunindo as galerias e o público também está em projeto.
Citando novamente Oswald de Andrade, resumimos o 10 Contemporâneo:
A síntese.
O equilíbrio.
A invenção.
Uma nova perspectiva.
Uma nova escala.